(62) 3089-0978
uc.ortopedia@gmail.com
Rua S-6, 146 , 1°andar, Setor Bela Vista, Goiânia

Luxação Patelar

Luxei o Joelho! Qual o tratamento? Pode ser realizado em Goiânia?

Responsável por ligar os músculos do quadril e da coxa com à perna, a patela, também conhecida como rótula, é um pequeno osso localizado na frente do joelho. Além de proteger a região anterior do joelho, a patela é incumbida de realizar os movimentos de flexão e extensão – quando se dobra ou estica o joelho, esse pequeno osso desliza para cima e para baixo.

No dia a dia, a patela é responsável por movimentos essenciais, como andar, subir e descer escadas, dentre outros – sem esse pequeno ossinho, se perde em torno de 50% da força para estender o joelho.

Quando ocorre luxação na patela, o ortopedista especialista em Joelho é o responsável por tratar esse problema. Existem diversos profissionais na área em Goiânia e o tratamento é feito de acordo com a gravidade da luxação. Continue lendo este texto e descubra quais são as causas, sintomas e os tratamentos disponíveis para luxação patelar.

 

Luxação patelar? Consulte ortopedista especialista em Joelho

A luxação patelar ocorre no momento em que existe o deslocamento da patela, ou seja, quando o osso “sai do lugar”, o que pode acontecer após algum trauma direto ou indireto, como quedas, entorse, etc. Uma bolada forte no joelho, queda com torção, exercício físico realizado de maneira errada, dentre outros, são exemplos de situações que podem culminar nesse tipo de problema.

Mas a patela também pode ser luxada devido a deformidades anatômica dos ossos do joelho, é o caso do “joelho em X”, por exemplo – condição na qual os joelhos ficam voltados para dentro e os tornozelos para fora. Quando os músculos que ajudam a sustentar a região dos joelhos estão fracos ou se existe algum dano no ligamento local, também existe a possibilidade de luxação.

Ao sofrer luxação na patela, os sintomas mais comuns são dor intensa, inchaço, hematoma, perda de mobilidade da articulação e incapacidade de realizar os movimentos de flexão e extensão. Para que o diagnóstico seja feito corretamente, é fundamental buscar ajuda do ortopedista especialista em Joelho. Geralmente, para  fazer o diagnóstico, o médico solicita uma radiografia.

 

Luxação patelar? Em Goiânia, artroscopia é usada como tratamento

A primeira coisa que um ortopedista especialista em Joelho faz para tratar uma luxação patelar é colocar o osso no lugar novamente. Esse processo ajuda a amenizar a dor e o desconforto no joelho, porém isso é somente o início do tratamento, pois o recurso terapêutico é empregado conforme a gravidade do caso.

Se a luxação ocorre pela primeira vez, o mais comum é imobilizar a região e permanecer em repouso por cerca de 15 dias. Nesse período, o médico especialista em joelho pode indicar o uso de alguns medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios e, ainda, a aplicação de gelo para diminuir o edema.

Todavia, caso a luxação na patela seja recorrente (recidivante), às vezes é preciso realizar uma cirurgia no joelho, pois se o paciente sofreu mais de uma luxação, pode ser que tenha algum fator de instabilidade femoropatelar. Nesses casos, um dos procedimentos mais utilizados é a artroscopia, método minimamente invasivo feito através de vídeo. Em Goiânia, o Centro de Ortopedista Especializada (COE) tem ortopedistas especialistas em Joelho que realizam a artroscopia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Precisa de um especialista em Joelho?

Agende uma consulta agora

Blog

Especialidades

Dores crônicas ou aguda nos ossos, articulações, ligamentos, tendões, bursas e músculos, por exemplo, podem ser sinais de doenças musculoesqueléticas. Nesse texto, você conhecerá as principais doenças musculoesqueléticas que afetam os joelhos.
A Osteoartrite é caracterizada pelo desgaste ou degeneração da cartilagem do joelho e possui uma série de causas, como envelhecimento; sedentarismo; sobrepeso; doenças metabólicas; sobrecarga nos joelhos devido a esforço físico de atividades diárias ou esportes; fatores hereditários; gênero, as mulheres são as mais afetadas; alterações nos ossos, como joelhos valgo (voltados para dentro) ou varo (voltados para fora); etc.
Lesão após uma queda, movimentos repetitivos e esforço exagerado são alguns fatores que podem provocar instabilidade articular. Os sintomas desse problema incluem dor, irritação, inchaço (edema), dificuldade para estender totalmente o joelho e desconforto. Se não for diagnosticada precocemente, a instabilidade no joelho pode provocar o desgaste da cartilagem e evoluir para artrose.
Considerada uma das lesões mais graves, decorrente de trauma direto ou indireto, a luxação do joelho acontece quando existe desencaixe dos ossos da articulação e a ruptura de pelo menos 2 dos quatro principais ligamentos do Joelho – Ligamento Cruzado Anterior (LCA), Ligamento Colateral Medial (LCM), Ligamento Cruzado Posterior (LCP) e Ligamento Colateral Lateral (LCL). Os ligamentos, faixas fortes de tecido, são responsáveis por dar estabilidade ao joelho.

Venha até nós

Precisa de atendimento?

Fale Conosco

Dr. Ulbiramar Correia – 2020

Todos os direitos reservados